Aprendendo inglês com vídeos #012: Stanford Researcher Explains The Science Behind Ant-Man

46589

Aprendendo inglês com vídeos é uma série de posts em que traremos para vocês vídeos acompanhados de transcrições e traduções, pois este é um material de altíssima qualidade para qualquer estudante de inglês. A grande maioria dos vídeos virão do YouTube, assim como forma de retribuir aos criadores dos vídeos incríveis que vamos usar, pedimos que você sempre dê o seu “Gostei” no vídeo (ao clicar para reproduzir o vídeo você verá a opção “gostei” no próprio vídeo).

Stanford researcher explains the science behind Ant-Man (Transcrição)

Ant-Man is Hank Pym, famous biochemist, who was able to create these magical particles, when combined with the suit, was able to shrink his size down to the size of an ant. And when he needed to, he could increase the size back to the grown adult that he was before. So that’s how you would do it in the comic books, but in real life, there are actual molecular mechanisms that regulate these processes.

Size variation already exists within a natural population. In humans, you have people that are very, very short and those that are very, very tall. But more importantly, there’s a continuum that exists between those two points. Now what’s really interesting is that there are natural genetic and environmental processes that regulate that size difference.

We just published some work looking at ants, specifically, where we were able to explore the difference and the size variation that exists within an ant colony and be able to match up environmental mechanisms, such as epigenetic mechanisms, more specifically DNA methylation, and how they regulate size difference in ants. So DNA methylation is a chemical modification that can be made to your DNA that regulates a lot of the ways in which your genes function. And when you look at a lot of the growth, development, and sizing pathways that exist across the animal kingdom and, specifically, in ants, most of them can be found to be regulated by the same processes.

So what we did is we took the ants during an early developmental stage, and we gave them drugs that could manipulate DNA methylation. When we added drugs that increase the amount of DNA methylation, we made them much smaller, in fact smaller than exists in the natural population. And when we added drugs that inhibited DNA methylation, we made them much larger. More importantly, we were able to narrow those differences down to an individual gene.

Now what was important about that gene, especially across an entire population, is that when we saw a 10% change in size, we saw a 10% change in DNA methylation of that specific gene. when we saw 20% change in size, we saw a 20% change in DNA methylation as well. If I were Hank Pym and I wanted to imagine a new way of making a suit that regulate my size so I could shrink if I really had to, I would probably focus more on these epigenetic mechanisms that regulate size, as opposed to Pym Particles. There is still one power that we didn’t talk about, and it’s the ability to talk to ants. Now whether that involves pheromones or anything else, I’m not too sure. Perhaps that’s a conversation left for another time.

Pesquisador de Stanford explica a ciência por trás do Homem Formiga (Tradução)

O Homem Formiga é Hank Pym, famoso bioquímico, que foi capaz de criar estas partículas mágicas. Quando isso foi combinado com a armadura, foi capaz de diminuir seu tamanho para o tamanho de uma formiga. E quando ele precisasse, ele poderia aumentar o tamanho de volta para o seu tamanho real de antes. Então é assim que você faria isso nos quadrinhos, mas na vida real, existem mecanismos moleculares reais que regulam estes processos.

Variação de tamanho já existe dentro de uma população natural. Nos seres humanos, você tem pessoas que são muito, muito baixas e aquelas que são muito, muito altas. Mas o mais importante, há uma sequência que existe entre esses dois pontos. Agora, o que é realmente interessante é que existem processos genéticos e ambientais naturais que regulam essa diferença de tamanho.

Nós acabamos de publicar um trabalho direcionado para as formigas, especificamente, onde fomos capazes de explorar a diferença e a variação de tamanho que existe dentro de uma colônia de formigas e ser capaz de igualar mecanismos ambientais, tais como mecanismos epigenéticos, mais especificamente a metilação do DNA, e como eles regulam a diferença de tamanho em formigas. Então, a metilação do DNA é uma modificação química que pode ser feita para o seu DNA que regula uma série de maneiras em que seus genes funcionam. E quando você olha para um monte de vias de crescimento, desenvolvimento e dimensionamento que existem em todo o reino animal e, especificamente, em formigas, a maioria delas pode ser encontradas e serem reguladas pelos mesmos processos.

Então, o que nós fizemos é que usamos as formigas durante uma fase inicial de desenvolvimento, e demos drogas à elas que poderiam manipular a metilação do DNA. Quando adicionamos drogas que aumentam a quantidade de metilação do DNA, nós fizemos com que elas ficassem muito menores, na verdade menor do que existe na população natural. E quando nós adicionamos drogas que inibem a metilação do DNA, nós fizemos com que ficassem muito maior. O mais importante, nós fomos capazes de reduzir essas diferenças até um gene individual.

Agora, o que era importante sobre esse gene, especialmente no meio de uma população inteira, é que quando nós vimos uma mudança de 10% no tamanho, vimos uma mudança de 10% na metilação do DNA desse gene específico. quando vimos 20% de mudança no tamanho, vimos uma mudança de 20% na metilação do DNA também. Se eu fosse Hank Pym e eu quisesse imaginar uma nova forma de fazer uma armadura que regulasse o meu tamanho para que eu pudesse encolher, se eu realmente tivesse que fazer isso, eu provavelmente iria focar mais nestes mecanismos epigenéticos que regulam tamanho, ao contrário das Partículas Pym. Ainda há um poder que nós não falamos a respeito, que é a habilidade de se comunicar com as formigas. Agora se isso envolve feromônios ou qualquer outra coisa, eu não estou muito certo. Talvez esta seja uma conversa para outra hora.

Espero que vocês tenham gostado do vídeo de hoje e da transcrição/tradução! Como sempre, não deixem de visitar o vídeo no Youtube e dar o seu “gostei”, pois assim vocês estão ajudando o trabalho dos criadores desses vídeos incríveis! Link para o vídeo no YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=T3ZJea6lmEM&spfreload=10 Abração e bons estudos a todos vocês!

Aulas e materiais de estudo gratuitos!

Quer receber materiais gratuitos para estudar inglês toda semana? Basta informar seu e-mail abaixo:

Jamais enviaremos e-mails não solicitados (spam)! Powered by ConvertKit