Aprendendo Inglês Com Vídeos #189: ONE LIFE

11698
25
SHARE

Aprendendo inglês com vídeos é uma série de posts em que traremos para vocês vídeos acompanhados de transcrições e traduções, pois este é um material de altíssima qualidade para qualquer estudante de inglês. A grande maioria dos vídeos virão do YouTube, assim como forma de retribuir aos criadores dos vídeos incríveis que vamos usar, pedimos que você sempre dê o seu “Gostei” no vídeo (ao clicar para reproduzir o vídeo você verá a opção “gostei” no próprio vídeo)

ONE LIFE (Transcrição)

1 – Because when you see regret in a man’s eyes, it’s fucking painful. Because you have, you can’t do shit about it. When you’re 90 and you’re not mobile, and you’re tired and it’s over, you can’t do any – you can’t do it. You can’t build that company you wanted. You can’t spend that time with your kid. It’s regret. And it fucking drives the shit out of me.

2 – Look, I think failure has to be quantified. If you fail, that you can never get up from it again, you know, that’s not a good failure. I think, I think failure and adversity are the two things I think about. For me, as an entrepreneur, I’m very entrepreneurial and always in my own stuff. All the failures along the way, even going back to like, the baseball card show when I was 13 and I paid $400 for a table and nobody showed up to that baseball card show.

3 – That was a learning lesson. Those micro failures were super, super important. I think, you know, it depends on your stomach, right? Like if you, if you really fail, like go out of business, I think people take one of two ways. Right, like they’re just finished and they’re never able to get off the mat and they go in the other direction. So to me, I think quantifying the failure is important to me.

4 – They got to change, you’ve got to evolve. Like Madonna did it right. She reinvented herself 14 times. That’s why she had a long career. You know? Like, you’ve got to reinvent yourself. You know, so I, let’s talk about sports. When you’re the best athlete and you’re like the guy and like one of the top 15 players – Trey Montgomery – he’s my buddy. Trey Mont really worked on his game every off season.

5 – You know, Ricky Rubio, the flashy point guard for, ah, Minesota? If he developed his outside shot, he would have been a much bigger player. He had all the passing skills, the quickness, he’s got everything. If, instead of going to Ibiza and fucking chicks in the offseason, he worked on his 18-foot jumper, he’d be in the game. If you have ambition, your actions have to match that. And too many people are just like, not putting in the work.

6 – Their mouth way ahead of their fucking, you know, actions. Like, really? You’re going to be the greatest NBA player of all time? Why? Because you think you got a little handle on the weekends? You need to shoot 15,000 free throws before school every day. What did you do from Friday 5PM until Monday 7AM? I’m just curious. Like, and I don’t think you shouldn’t have a weekend, but I think everybody’s ambition actually is more predicated on their actions than their words.

7 – My friends tell me all the time they’re so ambitious, and I’m like, if that’s true then you punt leisure and you punt concerts at Jones Beach and you work. I realize what’s going on here. One life. I realize that I’m living like this is our only at bat and most of you aren’t. People are fucking walking around here like they’re coming back. People are fucking walking around here like they’re coming back.

8 – You’re not coming back. Well listen, I don’t want to impose my beliefs on others, maybe you believe you’re coming back. I believe we’re coming back to come back as a tree, or a flower pot, or D Rock Sneakers, and that blows compared to being human. And so, I’m acting that way. I’m acting that way.

UMA VIDA (Tradução)

1 – Porque quando você vê arrependimento nos olhos de um homem, é muito doloroso. Porque você tem, você não pode fazer nada a respeito. Quando tem 90 anos e você não se move, e você está cansado e acabou, você não pode fazer qualquer – você não pode fazer. Você não pode construir aquela empresa que você queria. Você não pode passar aquele tempo com seu filho. É arrependimento. E ele me impulsiona grandiosamente.

2 – Olha, eu acho que a falha tem que ser quantificada. Se você falhar, tal que você nunca consiga se levantar disso novamente, sabe, isso não é uma falha benéfica. Eu acho, acho que fracasso adversidade são as duas coisas que eu penso sobre. Para mim, como empresário, eu sou muito empreendedor e sempre nas minhas próprias coisas,. Todas as falhas ao longo do caminho, até mesmo relembrando, tipo, o programa de card de beisebol quando eu tinha 13 anos e eu paguei 400 dólares por uma mesa e ninguém apareceu para aquele programa de card de beisebol.

3 – Aquela foi uma lição de aprendizagem. Aquelas micro falhas foram super, super importantes. Eu acho, sabe, depende do seu estômago, certo? Tipo, se você, se você realmente falhar, tipo, ir à falência, eu acho que as pessoas tomam um de dois caminhos. Certo, tipo, eles estão simplesmente acabados e eles nunca conseguem sair do tatame e eles vão na outra direção. Então, para mim, acho que quantificar o fracasso é importante para mim.

4 – Eles tem que mudar, você tem que evoluir. Tipo, a Madonna fez isso certo. Ela reinventou a si mesma 14 vezes. É por isso que ela teve uma longa carreira. Entende? Tipo, você tem que se reinventar. Sabe, então eu, vamos falar sobre esportes. Quando você é o melhor atleta e você é tipo “o cara” e tipo um dos 15 melhores jogadores – Trey Montgomery – ele é meu amigo. Trey Mont realmente trabalhou no seu jogo todos os recessos.

5 – Sabe, Ricky Rubio, o chamativo armador do, ah.., Minesota? Se ele desenvolvesse seu arremesso, ele teria sido um jogador muito maior. Ele tinha todas as habilidades de passagem, a rapidez, ele tem tudo. Se, em vez de ir para Ibiza e fornicar com garotas durante as férias, ele trabalhasse no seu salto de 18 pés, ele estaria “no jogo”. Se você tem ambição, suas ações têm que refletir isso. E muitas pessoas estão simplesmente, tipo, não colocando o trabalho.

6 – A boca deles está muito à frente das suas, sabem, ações. Tipo, sério? Você vai ser o melhor jogador da NBA de todos os tempos? Por quê? Porque você acha que você tem uma manhazinha nos finais de semana? Você precisa lançar 15 mil lances livres antes da escola todos os dias. O que você fez de sexta-feira 17:00 até 07:00 de segunda-feira? Estou só curioso. Tipo, e eu não acho que você não deve ter um fim de semana, mas acho que a ambição de todo mundo na verdade é mais baseada nas suas ações do que suas palavras.

7 – Meus amigos dizem-me o tempo todo que eles são tão ambiciosos, e eu fico, tipo, se isso é verdade então você adia o lazer e você adia concertos em Jones Beach e você trabalha. Eu percebo o que está acontecendo aqui. Uma vida. Eu percebo que eu estou vivendo como se essa fosse nossa única “vez ao bastão” e a maioria de vocês não estão. As pessoas estão andando por aqui como se elas fossem voltar. As pessoas estão andando por aqui como se elas fossem voltar.

8 – Você não vai voltar. Bem, ouça, não quero impor minhas crenças sobre os outros, talvez você acredite que você vai voltar. Acredito que vamos voltar para voltar como uma árvore, ou um vaso de flores, ou tênis D. Rock, e isso não presta comparado a ser um humano. E então, eu estou agindo dessa maneira. Eu estou agindo dessa maneira.

Espero que vocês tenham gostado do vídeo de hoje e da transcrição/tradução! Como sempre, não deixem de visitar o vídeo no Youtube e dar o seu “gostei”, pois assim vocês estão ajudando o trabalho dos criadores desses vídeos incríveis! Link para o vídeo no YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=Ef9N1c3_JoA Abração e bons estudos a todos vocês!

Receba o Resumão da Semana!

Quer receber um "Resumão da Semana" todos os sábados no seu e-mail com todos os nossos materiais e conteúdos da semana?

Jamais enviaremos e-mails não solicitados (spam)! Powered by ConvertKit
SHARE
  • Cleber Costa

    Muito bom, fico feliz que vocês voltaram a postar nessa série e mais feliz ainda por ser conteúdo do gary vee, que me inspira bastante.

  • Kennedy Santana

    Boa noite eu sou novato e to me interessando por inglês alguém pode me ajudar que eu não entendi como a expressão
    It’s regret. And it fucking drives the shit out of me. quer dizer
    É arrependimento. e ele me impulsiona grandiosamente.
    essa ultima parte eu não sei é uma expressão mas não conseguir ligar alguém pode me ajudar.

    • Também não consegui entender, alguém pode dar uma mãozinha se entender?

    • Petherson Silva

      Opa Kennedy, eu estou estudando faz um tempo, e provavelmente deve ter sido uma expressão usado por ele. Tipo quando você diz “tirar o cavalinho da chuva” no português, ao pé da letra não faz sentido.

      • Kennedy Santana

        Obrigado valeu

    • Fabriccio Santos

      É um palavreado pesado.
      “and it fucking drives the shit out of me”
      – Fucking é só um palavrão usado para deixar mais dramática a frase.
      – A palavra drive significa “impulsiona”, “motiva”.
      – “the shit” também é outra forma de colocar mais intensidade no verbo “drive”.
      – “out of me” apenas diz quem é o objeto do verbo, quem está sendo “motivado”.

    • Fabriccio Santos

      É um palavreado pesado.

      “and it fucking drives the shit out of me”

      – Fucking é só um palavrão usado para deixar mais dramática a frase.
      – A palavra “drive” significa “impulsiona”, “motiva”.
      – “the shit” também é outra forma de colocar mais intensidade no verbo “drive”.
      – “out of me” apenas diz quem é o objeto do verbo, quem está sendo “motivado”.

      Então é algo do tipo “e me motiva pra caralho”

      • Kennedy Santana

        Bom assim ta melhor a compreensão

      • Janilson Moura

        Procurei as traduções nos dicionarios mas não pude compreender, assim ficou melhor.

  • Thiago Aredes

    When he talk about sports, he talks about Draymond Green (player basketball) and not Trey Montgomery. Whoever it is. Not that it matters to the general context.

    • oliv

      I also realise this little mistake. but like you’ve said, it doesn’t matters to the general context

  • Brap Brap

    obrigado pelo trabalaho apesar de nao gostar das falas desse cara

  • oliv

    O legal é que vocês não traduzem os palavrões kkkk
    Melhor deixar disfarçado mesmo né.
    This can lead to the fucking shit kkkkk

    • Raquel Lima

      acho que deveria traduzir, temos que aprender tudo

      • oliv

        kkkkk podiam deixar pelo menos censurado tipo po**a, ca***lho m**da

        • Raquel Lima

          Verdade , desse jeito seria otimo ,para bom entendedor , uma letra Basta kkk

  • Cléia Oliveira

    Tirando os palavrões que existem no texto,achei interessante.

    • Wirley Junior

      Also me.

      • Cléia Oliveira

        ☺☺

  • oliv

    “Because you think you got a little handle on the weekends?”
    nesse trecho da parte 6, não entendi muito bem o sentido de “handle on”.
    Segundo o Dicionário Oxford a definição seria “A means of understanding, controlling, or approaching”, ou seja “Um meio de entender, controlar ou aproximar”
    Mas não entendi a tradução “manhazinha”
    Alguém pode me explicar o que esta ecpressão significa nessa frase? E também se peguei a definição certa no Oxford, pois lá tinham várias kkkk

  • fatiador de coraçoes

    And it fucking drives the shit out of me

    E ele me impulsiona grandiosamente

    nao entendi essa parte

    • Wirley Junior

      O tradutor interpretou assim “E, porra, chama a merda de mim” acho que ficaria com melhor contexto ” E, porra, mim chame de um merda” por está arrependido.

      • oliv

        haha essas traduções de tradutores online são as melhores kkk

    • oliv

      copiando o comentário do Fabrício Santos aqui embaixo
      *É um palavreado pesado.

      “and it fucking drives the shit out of me”

      – Fucking é só um palavrão usado para deixar mais dramática a frase.
      – A palavra “drive” significa “impulsiona”, “motiva”.
      – “the shit” também é outra forma de colocar mais intensidade no verbo “drive”.
      – “out of me” apenas diz quem é o objeto do verbo, quem está sendo “motivado”.

      Então é algo do tipo “e me motiva pra caralho”*

      • Wirley Junior

        Valeu cara!