Home Estruturas do inglês Estruturas do Inglês: Omissão de If por Inversão

Estruturas do Inglês: Omissão de If por Inversão

3920
0
Estruturas do Inglês: Omissão de If por Inversão

Hoje a coisa está chique. Sabe aquelas maneiras de falar que deixam a sua frase muito mais bonita, com um quê de literário? E que por isso mesmo, são usadas quando você quer falar em uma linguagem mais formal? É uma construção assim que vamos apresentar para você neste post: a omissão do if por inversão.

Em português, ela existe também. Talvez alguma vez você tenha aberto um livro antigo e dado com um texto literário onde em vez de dizer se ele fosse o autor dizia fosse ele. Por exemplo: “Fosse ele um homem de honra, não os teria abandonado”. Reparou como o fato de inverter o sujeito ele e o verbo conjugado fosse tornou desnecessária a conjunção se? Outro exemplo: “Fosses tu meu pior inimigo, não te trataria assim.” Em vez de: “Se tu fosses…”

Em inglês, usa-se exatamente essa mesma construção, que como dissemos acima, se chama omission of ‘if’ by inversion ou inversion of ‘if’ clause: “omissão de ‘se’ por inversão” ou “inversão da cláusula ‘se’”. Ela é feita eliminando o if e colocando os auxiliares were, had ou should antes do sujeito.

Note que você não pode usar essa inversão sempre

Assim em vez de:
If I had known this was urgent, I’d have given it top priority.
a frase fica:
Had I known this was urgent, I’d have given it top priority.

Pergunta importante: em que casos se pode usar essa inversão? Simples: quando você quer falar usando o registro formal da língua inglesa. Por isso, provavelmente você não vai usar a omissão do if por inversão quando estiver dizendo para seu amigo If I had known you were coming, I’d have made some dinner! (Mas também, se quiser, pode usar. É totalmente correto e, se seu amigo for anglófono, vai ficar impressionado com seus conhecimentos da norma culta do inglês.)

Por outro lado, em um ambiente de trabalho onde haja certa formalidade, você pode tranquilamente se pôr à disposição de um novo cliente dizendo: Should you need any help, I’m here to assist you.

Note que, quando usada com o auxiliar should, a inversão pode dar mais ênfase a um conselho. Nesses casos, a estrutura enfatiza a urgência, a gravidade do conselho — e não tanto a formalidade da língua.

Vamos ver alguns exemplos mais? Lembre-se de aproveitar e praticar usando o Anki, para memorizar mais facilmente a omissão do if por inversão!

1 – Comecemos com o auxiliar should. Nesse caso não ocorre a inversão em português. Note também que should é usado, como no primeiro caso, para um conselho; como no segundo, para um pedido ou solicitação; e de resto, simplesmente para estabelecer uma condicionalidade.

Should you see him again, walk the other way!
Se você o vir novamente, ande na direção oposta!

Should he show up, call me immediately.
Se ele aparecer, ligue para mim imediatamente.

Should you not wish to sign the contract, you must let them know before the end of June.
Se você não desejar assinar o contrato, você deve avisá-los antes do final de junho.

Should you change your mind about selling the car, I’d be happy to buy it from you.
Se você mudar de ideia em relação a vender o carro, eu ficarei feliz de comprá-lo de você.

2Were, que simplesmente formaliza uma condicionalidade qualquer. Note que não fizemos a inversão nas traduções em português: isso porque, em português, soa realmente literário; já em inglês, é simplesmente formal (se bem que a inversão seja comum em formas literárias também).

Were I to do that, I would try a different approach.
Se eu fosse fazer isto, eu tentaria uma abordagem diferente.

Were we to have children, we’d need to move to a bigger house.
Se fôssemos ter filhos, precisaríamos nos mudar para uma casa maior.

Were she not my daughter, I’d have no hesitation in phoning the police.
Se ela não fosse minha filha, eu não teria hesitação em ligar para a polícia.

3Had.

Had I known about that, I would certainly have said something.
Se eu tivesse sabido sobre isto, eu certamente teria dito algo.

Had I thought about it before, I wouldn’t have done it.
Se eu tivesse pensado sobre isso antes, eu não o teria feito.

Had it not rained last Saturday, we would have had a great barbecue in the garden.
Se não tivesse chovido no sábado passado, teríamos feito um ótimo churrasco no jardim.

Had my friends come, things would have been different.
Se meus amigos tivessem vindo, as coisas teriam sido diferentes.

E aí? O que achou desta construção mais formal? Conte-nos nos comentários! E não esqueça, should you want to learn more, we are here to assist you!

Conteúdo grátis

BAIXE O MATERIAL DO POST(PDF+MP3) PARA ESTUDAR QUANDO E COMO QUISER.